Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Aprender em casa para evitar os bullies

Graeme Paton escreveu recentemente um artigo para o Telegraph intitulado pais ensinam os próprios filhos para evitar os bullies.

Mas a realidade é que a maior parte das famílias que educa os filhos em casa, incluindo as que retiraram os filhos da escola devido ao problema crescente da violência escolar, fá-lo por uma série de razões, e uma das principais é que o ensino doméstico resulta, e resulta muito bem.

Deixo-vos aqui uma tradução livre da maior parte do artigo:

"Milhares de pais estão a educar os filhos em casa devido à falta de disciplina nas salas de aula.

Um inquérito às autoridades inglesas descobriu que um dos motivos mais comuns que leva os pais a tirar os filhos da escola é o problema do bullying. A investigação revelou que mais de 17.000 crianças em idade escolar aprendem em casa e que uma em cada sete foram retiradas da escola porque os pais temiam as ameaças enfrentadas pelos seus filhos.

Ann Newstead, mãe de 4 filhos e porta-voz para Education Otherwise, um grupo de apoio ao ensino doméstico, retirou o seu filho Samuel da escola primária depois deste ter sido vítima de bullying.

Disse ela: "Nós descobrimos que ele tinha a síndrome de Asperger; isso significa que o seu comportamento era suficientemente diferente para que se destacasse do resto das crianças. Fizeram dele o alvo e provocavam-lhe até ele se descontrolar. Abusavam da sua natureza bondosa e chegava a casa com as roupas rasgadas e cortadas. Uma menina empurrou-lhe a cabeça contra um chafariz partindo-lhe o dente da frente. Parece-me que as pessoas não se apercebem que estas coisas também acontecem no ensino primário e não apenas no secundário".

Dos 150 municípios pesquisados apenas 58 tinham dados relativos aos motivos que levaram os pais a retirar os filhos da escola. A pesquisa revelou que 1038 foram removidos devido ao bullying mas é provável que tenham sido pelo menos 2684.

Outras razões que levam os pais a optar pelo ensino doméstico incluem problemas médicos e preferências por métodos educacionais alternativos.

A Câmara de Kent, por exemplo, revelou que 148 alunos do ensino secundário e 47 do ensino primário eram educados em casa devido a problemas de bullying. Em Lincolnshire eram 46 e 13, respectivamente. De acordo com a Câmara de Birmingham, 51 alunos deixaram de ir à escola pela mesma razão.

Por lei, os pais que tiram os filhos da escola devem assegurar que eles recebem uma educação "adequada" à sua "idade, aptidão e capacidade". Mas os pais não têm que dizer às autoridades o que os levou a retirar os filhos da escola."

Sem comentários: