Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

domingo, 4 de janeiro de 2009

Tony Attwood: ensino doméstico e aspergers

No artigo que mencionei aqui, Kevin Foley cita Tony Attwood, um verdadeiro guru no que diz respeito à Síndrome de Asperger.

Aqui fica uma tradução livre dessa citação:



"Temos tido casos de sucesso na redução da ansiedade - e na aprendizagem em geral - com a implementação de dias de folga durante o ano lectivo, escola a meio-tempo ou transferência para o ensino doméstico.

Os pais e professores estão muitas vezes conscientes de que os períodos escolares são demasiado longos para as crianças e adolescentes, e dos sintomas de ansiedade crônica que frequentemente demonstram.

Assim como os alunos que estão doentes ficam alguns dias em casa, os alunos com a síndrome de Asperger precisam de dias de folga regularmente pois isso permite-lhes sobreviver o ano lectivo.

Quando a ansiedade é extrema, o ensino doméstico tem sido um sucesso, especialmente com os adolescentes. Seguindo esta abordagem, esta alternativa positiva, podemos evitar o uso de medicamentos fortes e possiveis internamentos em hospitais psiquiátricos."

2 comentários:

Luisa_B disse...

Olá Paula
Se estes especialistas falam ...e tão bem que este falou...porque não há quem os ouça e dêem atenção?

A verdade é que no futuro muitas crianças serão adultas em hospitais de psiquiatria por tudo o que sofreram na escola e que outros adultos deviam ser responsaveis mas não soubera, não conseguiram outros nem se importaram os filhos eram de outros, não deles.

Se este especialista diz que deviam usar este método de ensino porque o proíbem aqui à maioria das pessoas que o pediram?
São muitos porquês para colocar à sociedade e governantes visto que estão a violar uma lei existente em Portugal.

Obrigada Paula por sempre descobrir matéria importante e colocar em post para que mesmo quem não comenta por tabú ou outro motivo, pelo menos ver que não somos só nós pais a dizermos que os aspergers e outros têm o direito a este tipo de ensino.

Beijinhos

Tibetan Star disse...

Não sei, também me pergunto o mesmo.

Muita ignorância, arrogância e preconceitos são adquiridos através do ensino "superior".

A mente da grande maioria dos supostos especialistas está limitada pelo treino que receberam - treino que funciona como uma espécie de filtro, cegando-os para a realidade à sua frente e para os resultados muitas vezes catastróficos das suas acções.

A sua arrogância torna-os incapazes de aprender, de aprender das pessoas com quem lidam e dos poucos especialistas que se atrevem a dizer algo de novo, algo que eles próprios verificaram depois de terem observado e examinado muitos casos.

Os verdadeiros especialistas do ensino doméstico são aqueles que o practicam. Os verdadeiros especialistas da Síndrome de Aspergers são, em primeiro lugar, os próprios aspies e, em segundo, as pessoas que com eles vivem.