Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Vantagens do ensino doméstico

para as crianças e adolescentes com a Síndrome de Asperger

O que se segue é a tradução livre de um artigo, cujo autor optou pelo anonimato, oferecido a Homeschool:

"Muitos pais, especialmente depois de se aperceberem do impacto negativo da escola na saúde dos filhos, chegam a conclusão de que o ensino doméstico é, para eles, a melhor opção. Alguns, não sabendo que as vantagens do ensino doméstico superam as desvantagens, receiam que os filhos possam vir a perder aspectos importantes da educação.

Vantagens do ensino doméstico:


1. Em casa é possivel proporcionar um ambiente tranquilo e sem stress, onde as crianças e adolescentes com a sindrome de Asperger podem trabalhar ao nível dos seus potenciais. A ansiedade faz com que muitos aspies não atinjam o seu melhor. Essa ansiedade pode ser causada pelo uso de transportes públicos, bullying (assédio moral), pela sobrecarga de factores ambientais (luzes, sons, cheiros, muitas pessoas, uma combinação de alguns ou todos estes factores), mudanças frequentes, confrontos de personalidades, ignorância das necessidades dos aspies, problemas do dia-a-dia, viagens em transportes públicos ou privados, obsessões, cansaço, calor e doenças.

2. Normalmente o comportamento do tipo Jeckle e Hyde, que alguns aspies exibem como resposta à enorme carga de ansiedade provocada pela escola, deixa de ocorrer no ensino doméstico. O medo e a desconexão a que os aspies são submetidos no sistema escolar, sistema que é hostil às suas necessidades, são substitudos pela confiança e paz interior, e isso faz com que andem menos cansados, menos defensivos e menos anti-sociais.

3. Em casa, as crianças podem trabalhar ao nível da sua maturidade e compreensão. Quando comparados aos seus contemporâneos, os aspies revelam nestas áreas um desfazamento de cerca de 5 anos. Como resultado, muitos rejeitam os seus contemporâneos a preferem associar-se com pessoas mais velhas ou mais novas.

4. O relacionamento a dois estabelecido no ensino doméstico proporciona rotina, previsibilidade, apoio e o envolvimento paciente de um dos pais. Estes factores são muito beneficiais às crianças quando elas experienciam dificuldades relacionadas com a aprendizagem. Os pais podem disponibilizar mais tempo para ajudar os filhos a encontrarem soluções e a compreenderem os conceitos abordados. Além disso, os pais também são capazes de perceber quando os filhos estão experienciando mal-estar pois compreendem os seus maneirismos verbais e não verbais melhor que ninguém.

5. O relacionamento um-a-um oferece ao aspie a atenção não-dividida de um dos pais que neste caso age como professor e assistente. Nas escolas, ter uma assistente às vezes só causa mais stress e ansiedade, pois os jovens são vistos como diferentes pelos colegas. Assim, o ensino doméstico permite que os aspies obtenham uma educação não limitada pelo medo de serem ridicularizados ou vistos como diferentes.

6. Comportamentos agressivos, desde a falta de respeito à violência física, são experienciados por alunos de todas as idades. Nas escolas, as crianças aspies aprendem a copiar esses comportamentos, primeiro como vítimas, depois reagindo com estas reacções aprendidas. Durante a puberdade estes comportamentos aprendidos são geralmente manifestados para seu detrimento. O ensino doméstico é livre deste aspecto negativo do ensino público.

7.Quando as crianças, ou adolescentes, estão doentes ou atravessando dias difíceis, o impacto das crises que aconteceriam na escola é muito menos grave. Normalmente, com o ensino doméstico estas situações deixam de ocorrer. Nas raras ocasiões em que acontecem o tempo perdido pode ser recuperado depois de acalmarem.

8. O ensino doméstico permite que os pais controlem o progresso do desenvolvimento dos filhos. Nas escolas muitas crianças andam perdidas, sem rumo; a maioria tem pouca ou nenhuma influência nas lição dadas pelos professores; as restantes não avançam devido à incapacidade de iniciar e de filtrar as distracções, devido à falta de incentivos e devido a serem ignoradas à medida que as horas passam.

9. Os aspies estão internamente programados para trabalharem isoladamente. Embora alguns possam querer ter amigos ou praticar desporto, mesmo quando capazes de o fazer são geralmente rejeitados pelos outros. A maioria dos trabalhadores adultos com a síndrome de Aspergers preferem trabalhar sozinhos. É nesta situação que funcionam no seu melhor. Como não têm competências sociais, a escola e reuniões sociais funcionam como uma distracção. Por outras palavras, as escolas têm 3 aspectos: o programa acadêmico, o programa social e a sobrecarga sensorial. No ensino doméstico predomina o programa acadêmico; a socialização é feita principalmente em casa onde o impacto sensorial é suave em vez de severo.

10. Os aspies que aprendem em casa dizem preferir o ensino doméstico ao contacto com a escola pois, especialmente quando ainda jovens, libertam-se do peso da ansiedade crónica causada pelo regime escolar. Quando chega a altura do 12º ano muitos voltam para a escola: fortalecidos pelo período que passaram em casa, associam-se mais facilmente com os colegas, que agora estão mais maduros, menos inclinados a incomodar e mais abertos a ajudar. Alguns aspies são educados em casa até ao final do 12º ano - preferem evitar o mau ambiente, o laxismo moral e a pobre ética de trabalho presente em muitas escolas públicas e privadas."

Roland Munyard © Copyright 2006

2 comentários:

Lara Gisela disse...

Obrigada por estes artigos, Paula. Tenho aprendido muito sobre estas crianças,coisas que desconhecia por completo. E algumas das vantagens são as mesmas para qualquer criança. Eu sinto-me muito feliz por termos feito esta opção.
Beijinhos e um dia feliz

Tibetan Star disse...

Por acaso lembro-me de ter pensado o mesmo, que muitas das vantagens mencionadas nesse artigo são aplicáveis a todas as crianças.

Obrigada pelo comentário. Um dia muito feliz para vocês também!