Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

quinta-feira, 30 de abril de 2009

O acto de aprender

Paulo Freire, reflectindo sobre o acto de aprender:

Aprender não é acumular certezas
Nem estar fechado em respostas
Aprender é incorporar a dúvida
e estar aberto a múltiplos encontros

Aprender não é dar por consumida uma busca
Aprender não é ter aprendido
Aprender não é nunca um verbo do passado
Aprender não é um acto findo
Aprender é um exercício constante de renovação















Aprender é sentir-se humildemente sabedor de seus limites,
mas com coragem de não recuar diante dos desafios
Aprender é debruçar-se com curiosidade sobre a realidade
É reinventá-la com soltura dentro de si

Aprender é conceder lugar a tudo e a todos
e recriar o próprio espaço















Aprender é reconhecer em si e nos outros o direito de ser,
dentro de inevitáveis repetições
porque aprender é caminhar com seus pés um caminho já traçado

É descobrir de repente uma pequena flor inesperada
É aprender também novos rumos onde parecia morrer a esperança

Aprender é construir e reconstruir pacientemente
uma obra que não será definitiva
porque o humano é transitório
















Aprender não é conquistar, nem apoderar-se mas peregrinar
Aprender é estar sempre caminhando
não é reter, mas comungar

Tem que ser um acto de amor
para não ser um acto vazio.

4 comentários:

Luísa disse...

Não conhecia... Emocionei-me muito :)
um beijo

Paula Peck disse...

Olá Luísa

Prazer em "conhecer" ;-)

Para mim, também foi uma descoberta recente.

Beijinhos

Profe Suely disse...

Oi, Paula!!

Visito com frequencia o blog Filosofar é preciso!!!, da Marise...

Por lá te achei!!!

Trabalho numa escola pública que se chama Instituto Estadual Paulo Freire... e não é apenas no nome da escola que Paulo Freire está presente...

Tentamos vivenciar a pedagogia freireana nas nossas práticas cotidianas... assim como no poema que postaste...

Não é fácil, mas é um sonho possível, que construímos coletivamente!!!

Abraços!!!

Paula Peck disse...

Oi Suely!

Que coisa boa, manifestar um sonho!

Um grande abraço para você e obrigada pela visita!