Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Mãos na terra

Mais um dia na horta:

Passei o dia a cavar: retirando pedras e raizes e afofando o terreno, para preparar pelo menos um bocadinho do solo para cultivo.

E ainda falta tanto! O pedaço que preparei está ali no centro, perto do balde. Visto daqui parece tão pequenino!

Às tantas tive de fazer um intervalo e fui dar uma volta pelos talhões.

Estava a precisar de ideias e de inspiração!

Havemos de ter um galinheiro. Não sei quando, mas está resolvido.

Ainda no outro dia recebi um email para salvar galinhas dos aviários e fiquei com vontade de salvar umas quantas mas por enquanto ainda não temos condições para isso. Mais uma coisa para investigar!

5 comentários:

Marise von disse...

Tem um prêmio no meu blog pra você. Parabéns pelo seu blog.

Abraço,

Marise.

Pequete disse...

O que é preciso é calma, devagar se vai ao longe!
Quanto às galinhas, o único problema que vejo é impedi-las de saírem do seu sítio e irem estragar a horta (a vossa e as dos vizinhos). Olha que podem ser terríveis - nós temos imensos problemas, porque estão sempre a pular a cerca e a vir esgaravatar para o jardim... Podes sempre cortar-lhes as penas maiores das asas, para as impedir de esvoaçar, mas depois da muda, volta tudo ao princípio...

Paula Peck disse...

Marise,

Que honra! Agradeço!

Um abração para você.

Paula Peck disse...

Pequete,

Não sabia que as galinhas eram assim tão destemidas! Fiquei a pensar que, quem sabe, talvez nos estejam a dar uma lição: a de termos coragem de pular para fora da nossa cerca.

Não sei porquê mas também fiquei a pensar nos free range kids, expressão usada às vezes para descrever os miudos que aprendem fora da escola, como os free range eggs. Como é que se diz ovos de galinhas criadas ao ar livre em português?

E, já agora, também o livro Free Range Education; a associação livre de ideias é isto que dá!

Pequete disse...

É um bom paralelismo, eheheh! Com a diferença que as galinhas são, decididamente, uns bichos um bocado obtusos... Aqui chamam-lhes "frangos do campo"!