Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Toxic Schooling - Toxicidade Escolar

Educational Heretics Press anuncia seu título mais recente:

Toxic Schooling: How Schools Became Worse, por Dr. Clive Harber, professor de Educação Internacional na Universidade de Birmingham e autor do aclamado livro Schooling as Violence.

Todas as escolas que seguem o modelo da compulsão são tóxicas, mas será que umas são mais tóxicas do que outras?

A democracia não é algo genético, é um comportamento aprendido. Não há nada nos nossos genes programando-nos como democratas ou ditadores à nascença. Assim, a educação deve ter uma ideia clara do tipo de pessoa democrática que gostaria de cultivar. Para que a educação, seja ela em escolas ou não, seja coerente com os ideais democráticos, ela precisa afastar-se das características negativas que dominam o ensino formal.

O desconforto em relação à escolaridade obrigatória não é recente. Bertrand Russell, escrevendo em 1926, observou que "estamos enfrentando o facto paradoxal de que a educação tornou-se um dos principais obstáculos à inteligência e à liberdade de pensamento".

No final do século XIX e início do século XX, várias pessoas envolvidas no campo da educação - Edmond Holmes, ASNeill, Rudolf Steiner, Margaret McMillan, Charlotte Mason, Susan Isaacs e Bertrand Russell - criticaram o sistema e sugeriram alternativas mais personalizadas, democráticas e humanas.

Nas décadas de 1960 e 1970, uma vez mais, vários escritores recomeçaram a questionar e criticar a relevância e a benevolência da escolaridade obrigatória. Este livro examina as principais ideias de uma dúzia de textos essenciais sobre o tema, a natureza do sistema de ensino actual e como este piorou devido à recusa de assimilar essas novas ideias. O livro conclui com o que precisa ser feito para reverter os efeitos tóxicos da escolaridade.

Índice
Introdução
Capítulo 1 A escola que eu queria - Edward Blishen
Capítulo 2 Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Capítulo 3 Deseducação Obrigatória - Paul Goodman
Capítulo 4 Juventude Atraiçoada- James Hemming
Capítulo 5 Como as crianças fracassam – John Holt
Capítulo 6 Sociedade sem escolas – Ivan Illich
Capítulo 7 A Vida nas Salas de Aula - Philip Jackson
Capítulo 8 Educação e Êxtase - George Leonard
Capítulo 9 Livrinho vermelho da escola - Hansen e Jensen
Capítulo 10 Educação para a auto-suficiência - Julius Nyerere
Capítulo 11 Ensino Subversivo - Postman e Weingartner
Capítulo 12 A Escola está Morta - Everett Reimer
Capítulo 13 Liberdade para Aprender - Carl Rogers
Capítulo 14 Principais criticismos
Capítulo 15 A Escola de Hoje - A Mesma Coisa?
Capítulo 16 A Escola de Hoje - Piorando as coisas
Capítulo 17 O que fazer?
Referências
Leitura adicional

Sem comentários: