Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Promovendo a auto-estima dos filhos...

Os argumentos a favor do ensino domiciliar III

Os argumentos das crianças e jovens educados em casa:

A educação domiciliar produz, em última instância, indivíduos auto-direcionados e confiantes


Kerrin, 17 anos, de Hampshire
Quando as pessoas se sentem respeitadas e valorizadas elas desenvolvem um senso de identidade pessoal. Nós precisamos de pessoas que não baseiam o seu valor apenas na opinião alheia mas nos seus sentimentos profundos sobre o que a vida realmente é. Essas pessoas são bem sucedidas na vida; elas sabem quem são e ninguém lhes pode roubar essa confiança, mesmo que não tenham seguido o caminho mais percorrido. Estou cada vez mais convencida de que se tiverem auto-confiança e amor à vida, todas as pessoas irão fazer a sua contribuição, seja ela qual for.

No início do ano passado passei uma semana navegando à vela com o Ocean Youth Trust South. Depois disso fui convidada a trabalhar como voluntária e patrocinaram a minha formação. Desde então, já fiz cinco viagens no "John Laing" como contramestre substituto. Isso deu-me a oportunidade de obter qualificações e conhecimentos (eu terminei RYA Start Yachting, Competent Crew, e a maioria do currículo Watch Leader) e, ao mesmo tempo, ajudar e dar apoio a quem lá aparecia - indivíduos, grupos de jovens, grupos das escolas privadas e grupos de adolescentes portadores de deficiência e/ou economica e socialmente desfavorecidos. As competências de trabalho em equipe e relacionamento interpessoal que desenvolvi devido a ter crescido com 4 irmãos provaram sua utilidade ao navegar com 17 outras pessoas. Gosto de trabalhar com OYT e por isso hei-de continuar.

George, 12 anos, de Lancashire
Agora que sou educado em casa não tenho de me sentar na mesa dos miudos que dão problemas. Eu não era desobediente mas como não conseguia acompanhar o resto da classe tinha de me sentar com eles, o que tornava as coisas ainda mais difíceis para mim pois estavam sempre a distrair-me.

Agora que sou educado em casa a minha mãe ajuda-me sempre que preciso: ela explica-me as coisas que eu não entendo e tem sempre tempo disponivel para se certificar que eu entendi. Quando eu estava na escola o professor nunca tinha tempo e nem sequer ouvia quando eu dizia que não compreendia. Tinha que passar o tempo do recreio tentando recuperar.

Agora que sou educado em casa posso fazer as coisas ao meu próprio ritmo sem a preocupação de acompanhar os outros. Agora que sou educado em casa tenho muito mais confiança na minha capacidade de aprender e fazer os trabalhos. Agora que sou educado em casa eu posso finalmente ser quem sou!

Continua aqui.

Sem comentários: