Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

Educação domiciliar: Socialização não é um problema

é o título de um artigo publicado esta semana no Washington Times. Aqui ficam 2 parágrafos:

Desde o ressurgimento do movimento "escola em casa" no final da década de 1970, os críticos da educação domiciliar têm perpetuado dois mitos. O primeiro diz respeito à capacidade dos pais para ensinarem os filhos em casa, o segundo é se as crianças educadas em casa se tornarão ser bem ajustadas socialmente.

Um novo estudo deve levar muitos críticos a repensar as suas posições sobre a questão da socialização. Os homeschoolers não só participam activamente na vida cívica mas também estão tendo sucesso em todas as esferas da vida. Muitos críticos acreditavam, e alguns pais temiam, que os jovens "educados em casa" não seriam capazes de competir no mercado de trabalho. Mas o estudo mostra home schoolers numa enorme variedade de profissões, demonstrando claramente que as famílias que optam pelo ensino domiciliar estão no caminho certo.

Podem ler o artigo aqui.

5 comentários:

buntglas disse...

Thank you, I'll put a link to this post!

Paula disse...

I'm glad you liked it!

Ana disse...

Olá

Por circnstancias diversas estou em casa com o meu filho há quase um ano e tenho vindo a observar grandes melhorias no seu comportamento, nomeadamente no crescimento da sua tranquiilidade, que cresce com a minha.

A creche onde estava desde os 9 meses e o stress dos pais estavam a ter graves consequencias na sua estabilidade e por isso tudo me parece bastante mais equilibrado agora.

No entanto o que me parece é que ele está bastante isolado e n o vejo conviver com as outras crianças como antigamente.

pode dever-se ao facto de estar noutro país e isso o obrigar a aprender uma nova lingua com crianças que grande parte das vezes tb n a sabem ainda muito bem, no entanto parece que tem vindo a piorar neste aspecto.

Tenho muitas duvidas sobre este sistema apenas por esse facto. uma escola onde haja a participação de todos os pais parece-me melhor para nós no entanto não conheço nada dsso em Portugal para onde voltarei dentro de no máximo um ano.

A paula tem alguma informação sobre isso?

Muito obrigada
Cumprimentos
Ana Costa

Marie Lourenço disse...

Mercado de trabalho, eu acho que todos podem conseguir, competir tbém!!! afinal vcs pais estão empenhados em ensinar...o problema é resolver conflitos, ter amigos...os amigos deles não pode se limitar somente aos pais!!! é claro que uma criança com os pais será mais calma, ele não tem conflito!!! Bom, é minha opinião!!! não quero ofender ninguém, só stou tentando entender...desculpe qualquer coisa!!!

Carlos Jorge disse...

Boa tarde, eu e minha familia praticamos o Ensino Domiciliar, estamos caminhando para o 2º ano.Nosso filho tem 5 anos.Já está lendo, faz contas e conhece bastante de outras matérias.Quanto a socialização,basta envolvê-lo em atividades nos parques, museus, praças, zoo, etc.O seja nos lugares que há possibilidades de haver crianças.Qualquer dúvida entre em contato.Abraços