Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Parlamento discute educação em casa

Sr. Gibb: Chegamos agora à parte provavelmente mais controversa desta proposta: a da educação em casa, [que] implementa o relatório Badman. O relatório e estas propostas enfureceram os pais de [...] 80.000 crianças educadas em casa. Como o Subsecretário de Estado, meu querido amigo e membro do parlamento para Surrey Heath (Michael Gove) disse durante a segunda leitura:

"Estou profundamente preocupado com a adicional carga burocrática que agora poderá vir a ser imposta a milhares dos nossos concidadãos cujo único crime é quererem dedicar-se tanto quanto possível à educação dos seus filhos.

Educar os filhos de acordo com seus próprios desejos, e educá-los em casa se assim o desejarem, é um direito fundamental dos pais.


Há muitas razões que levam os pais a tomar esta decisão: podem não estar satisfeitos com as escolas disponiveis na zona onde residem, os filhos podem ter necessidades educativas específicas que os pais podem apoiar melhor em casa, ou podem ter objeções filosóficas ao estilo de ensino oferecido nas escolas.

No entanto, em última análise, este é um direito humano fundamental que todos os pais devem ter e acredito que esta proposta destrói esse direito porque, como li, permite que o Estado rescinda o direito que a família tem de educar os filhos em casa se a educação oferecida não for considerada adequada segundo a regulamentação imposta pelo Secretário de Estado."
[Official Report, 11 de Janeiro de 2010, vol. 503, c. 456.]

Podem ler o debate na íntegra aqui.
Também podem ver o vídeo aqui (começa à 1hr 29mns).

Sem comentários: