Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Muçulmana : por que optei pelo homeschooling


Se alguém me tivesse dito que um dia eu iria educar os meus filhos em casa, eu teria dado uma gargalhada! Ficar em casa com duas criancinhas impertinentes? Nunca!

E aqui estou eu, cansada e exausta, mas incrivelmente feliz com a minha decisão de seguir o ensino domiciliar. Esta incursão no mundo maravilhoso da educação em casa, psicologia infantil e técnicas de parentalidade começou assim que me tornei mãe.

Descobri autores como o Peter Gray, especialista em Desenvolvimento e Psicologia Evolutiva. Ele diz que

"as crianças, como todos os seres humanos, anseiam por liberdade. Elas odeiam ter sua liberdade restringida. As crianças exploram o mundo e brincam, livremente, de forma a aprender sobre o mundo físico e social em que estão se desenvolvendo. Na escola, elas são informadas que devem deixar de seguir os seus interesses e, em vez disso, fazer apenas o que o professor lhes diz para fazerem. É por isso que elas não gostam da escola."

[Uma das] mais valiosas lições que eu aprendi desde que comecei o homeschooling [é que] as crianças são naturalmente curiosas e possuem um amor intrínseco pela aprendizagem. Esse amor é destruido pelos adultos que as rodeiam quando respondem negativamente às interrupções e perguntas incessantes que as crianças fazem.

O artigo é muito longo, traduzi apenas um pouquinho.
Podem ler o resto aqui.

Sem comentários: