Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

O que significa "deschooling"?

Deschooling é um termo usado por filósofos da educação e defensores da educação alternativa e / ou do ensino doméstico, embora se refira a coisas diferentes em cada um destes contextos. Foi popularizado por Ivan Illich no seu livro Sociedade Sem Escolas.

Filosoficamente, refere-se à crença de que as escolas e outras instituições de ensino são incapazes de proporcionar a melhor educação possível para alguns, ou para a maioria dos indivíduos. Alguns estendem este conceito para além do indivíduo e querem acabar com as escolas em geral. Esta filosofia é baseada na crença de que a maioria das pessoas aprende melhor sozinhas, por si mesmas, fora dos ambientes institucionalizados, e a um ritmo auto-determinado. Este é o significado do termo utilizado por Illich.

Outra crítica comum é que a escolaridade obrigatória, com seus horários programados e um único método de ensino para todos, é utilizada como uma ferramenta para produzir uma classe trabalhadora ignorante e conformista.

Têm surgido alternativas à aprendizagem institucional, tais como as escolas livres, o unschooling e a formação de redes com outras famílias e indivíduos que optam pelo deschooling.

Na prática, deschooling refere-se ao processo mental que se atravessa depois de se abandonar o ambiente de educação formal, em que a "mente escolarizada" ou a "mentalidade escolar" é corroída ao longo do tempo. Deschooling pode referir-se ao período de tempo que as crianças retiradas da escola demoram a se adaptar a aprender num ambiente não estruturado [tal como as galinhas poedeiras ou industriais, criadas em campos de concentração, ao serem salvas, precisam de tempo para se adaptarem novamente à liberdade do campo].

As famílias que retiram os filhos da escola para os educar a partir de casa observam que eles precisam de um período de adaptação para re-aprenderem a viver sem o reforço da aprendizagem arregimentada e das avaliações constantes. O termo é geralmente usado para descrever crianças e jovens que foram retirados da escola para poderem praticar a aprendizagem autónoma e auto-dirigida.

O termo é usado por alguns como sinônimo de unschooling, mas muitos fazem uma clara distinção.

Fonte

Sem comentários: