Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

segunda-feira, 28 de março de 2011

Apresentação acerca do Ensino Doméstico e Respostas sobre o Unschooling

Hoje gostaria de destacar:

3 comentários:

Isabel de Matos disse...

Paula!

Tenho-me perguntado se seria possível ter uma Clonlara aqui em Portugal e não estou a ver por onde começar a lançar a ideia.

Ocorreu-me escrever à Meninheira, talvez ela pudesse aceder à informação de como implantaram a Clonlara em Espanha (e já agora, Meninheira, se vieres a ler isto, há uma coisa que não percebo que é a existência de uma Clonlara em Espanha e, ao mesmo tempo, andarem com todos esses problemas com o ensino doméstico por aí...)

O facto de te escrever sobre isto aqui, para além de ter a ver com o post da Escola É Bela que linkaste, é porque me lembrei de que, caso isto se implemente e tivermos que contactar directamente com a Clonlara americana e como eu não estou nada à vontade com a língua inglesa, se depois te posso pedir uma ajudinha (para escrever-lhes uma carta, por exemplo, já que estás dentro destes assuntos). E também para ver se tens alguma ideia ou alguém que aqui venha comentar.

Obrigada! E muitos beijinhos
Isabel

Isabel de Matos disse...

Esclareço melhor: a minha dúvida em relação a Espanha é como é que permitiram a Clonlara lá que, segundo apurei, a sua "frequência" não exige seguir currículo, enviamos para um tutor os trabalhos/projectos/actividades que vamos fazendo e eles de alguma forma os transformam em créditos ou algo assim, e ao mesmo tempo o governo não quer reconhecer o ensino doméstico... não sei se me fiz entender...
Beijinhos

Paula disse...

O melhor seria perguntarmos directamente

clonlara@clonlara.es

penso que a Clonlara está para os lados de Badajoz, a 3hrs de Lisboa, por isso visitar seria uma das possibilidades.

E se quiseres que te ajude com o inglês isso também é possivel.

Penso que o problema não é tanto o currículo mas a lei do "bem estar" dos menores, que inclui o absentismo escolar como sinal de negligência / abandono, e

"não faz diferenciação entre o absentismo escolar por negligência de quem exerce o poder paternal e as situações em que a não-delegação da educação dos filhos para o sistema escolar oficial é uma decisão fundamentada por parte dos pais, tomada sempre no interesse do menor."