Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

quarta-feira, 16 de março de 2011

Há um ano...

Ontem o tema foi o nascimento,

mas hoje lembro a morte

porque há um ano
foi o funeral do meu marido

Para ele,
uma canção

***

8 comentários:

Paula disse...

Acreditas na vida depois da vida?

Flor de Lima disse...

Um beijinho e acredito que irás voltar a encontrar-te com ele.
Tudo de bom. :)

Paula disse...

Obrigada :-)

Estou a ver o filme O Amor Continua Depois da Vida

Lara disse...

Querida Paula,
Fiquei em estado de choque quando li esta mensagem e percebi como tenho andado afastada dos blogues. Vou sempre espreitando o teu blogue, lendo uma mensagem ou outra, mas há muito tempo que não é de forma regular.E não percebi que já era há um ano e que o teu marido tinha morrido.
Um grande beijinho e também creio que um dia te vais encontrar novamente com ele.

Paula disse...

Oi Lara,
Pois é, a morte chega quando a gente menos espera, o tempo passa depressa, e o que acontece depois da morte é um mistério!

Beijinhos e obrigada pela visita, aparece sempre :-)

Isabel de Matos disse...

Bom dia, Paula, um grande beijinho para ti.
Como o tempo passa...
Hoje também é um dia em que curiosamente relembro o nascimento e a morte, pois é o dia de aniversário do meu pai, que entretanto já faleceu (e faleceu novo, com 65 anos, ainda todo activo _ faleceu numa pequena operação ao tornozelo, apenas com anestesia epidural, o seu coração não aguentou.
E hoje também comemoro o dia em que comecei a namorar com o meu querido Pedro... muitas emoções à mistura que ainda assim hoje vivo com tranquilidade.
Muito amor para ti e teu filho.
Isabel

Paula disse...

Bom dia, Isabel

Como o tempo passa, dizes bem...
Engraçado como certas datas nos fazem relembrar eventos, e como parecem ter a capacidade de deflagrar todos os tipos emoções relacionadas com esses eventos mesmo quando a parte consciente da mente nem sabe que dia é...

Recentemente, esta ideia de memória celular parece surgir onde quer que olhe... nas teorias de Rolando Toro, o criador da educação biocêntrica, no trabalho de Raymond Moody, quando vou à massagem...

Muito amor para vocês também :-)

Luma Rosa disse...

Esteja bem!! Pois se há vida depois da vida, seu marido não gostaria de vê-la triste! Beijus,