Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Tribunal impõe creche obrigatória

Um juiz de Quebeque mandou uma família enviar os seus dois filhos mais novos, com idades entre os três e os cinco anos, para a creche estatal para efeitos de "socialização".

Os pais têm mais dois filhos, com sete e nove anos, e no ano passado foram forçados a enviá-los para a escola porque aprendiam em casa em regime de ensino doméstico.

A decisão mais recente de creche obrigatória foi proferida em Março e agora está a ser ouvida pelo Tribunal de Quebec.

Os pais não foram acusados ​​de negligência ou abuso. O médico de família testemunhou, dizendo que os filhos eram saudáveis ​​e bem cuidados. A família, católica, está a ser representada pela Home School Legal Defense Association.

"Estamos a ver um verdadeiro movimento contra a liberdade de educação", disse Paul Faris, presidente da filial canadense da HSLDA.

"Fiquei chocado ao ver isto no Canadá. Teria suspeitas disto na Suécia e Alemanha, pois as suas leis de educação datam do Terceiro Reich", disse Michael Donnelly, diretor de Relações Internacionais da HSLDA.

Ler o artigo aqui.

5 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Estive viajando por 20 dias e estou com as visitas em "dívida"... mas vou, aos poucos, recuperando o contato e apreciando o seu Blog que tanto gosto de fazer...
Espero que tudo esteja na perfeita paz!!!
O meu apreço fraterno
Deus seja a sua Força!!!
Fraternalmente,
Roselia (Orvalho do Céu)

Bel Rech disse...

Se estão fazendo bem, porque isso?A justiça às vezes não tem o que fazer...
Paz e bem

Carla Maia disse...

Acredito que cada vez mais vivemos sem liberdade para escolher. Espero que daqui a uns anos, esta tendência se altere e encaremos esta situação como benéfica para as crianças.

Paula disse...

Oi Orvalho, Bel e Carla,

Obrigada pela visita. Para Platão, as crianças pertencem ao Estado, mais do que àqueles que lhes deram de nascer.

E hoje, a quem pertencem?

Augusto disse...

Olá a todos,

Acabei de comentar num outro post dizendo que acho a tal 'socialização' importante e que deve ser bem refletida pelos pais que decidem por ensino em casa.

Por outro lado, definir onde tal pessoa tem que socializar é o fim da picada. Como adultos não somos obrigados a frequentar uma instituição específica todos os dias (a não ser que estejamos presos ou enfermos), por que então as crianças?

Paula, eu acho que as crianças pertencem a elas mesmas.