Este blog partilha informação sobre o homeschooling e o unschooling - ensino doméstico ou educação domiciliar. Para navegarem o site, usem os links acima e, para os posts de 2011, o botão da pesquisa na barra direita. Facebook: Aprender Sem Escola Email: aprendersemescola@gmail.com

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

A motivação que leva ao ensino doméstico

O que nos leva a fazer o que fazemos? O que nos leva a agir? O que leva tantos pais a optar pelo ensino doméstico? Anthony Robbins disse que na vida precisamos de inspiração ou de desespero. No mundo da educação em casa, vejo muitos exemplos disto.

Inspiração ou Desespero?

Educar em casa por desespero

Infelizmente, a verdade é que existem muitas famílias que retiram os filhos do sistema escolar por desespero. São pais cansados de ver os filhos sofrendo por causa do bullying e violência escolar que leva tantos estudantes ao suicídio. São pais cansados de ver o impacto negativo da frequência escolar nos filhos especiais. São pais de crianças com dispraxia, dislexia, síndrome de asperger, déficit de atenção e hiperatividade, etc, que chegaram à conclusão de que a escola não tem a capacidade de cuidar, muito menos educar e nutrir as necessidades dos seus filhos.

São pais cansados de ver os filhos sendo culpados pelas falhas de um sistema disfuncional que neles projeta sua sombra, fazendo deles seu bode expiatório. Motivados pelo desespero, fazem o que têm a fazer, geralmente durante uma crise, para proteger a vida, a saúde e o bem estar psicológico dos filhos. Infelizmente, alguns são perseguidos e acusados de negligência por supostos "profissionais" e "especialistas" que com suas "boas intenções" condenam tantas crianças e jovens ao inferno!


Educar em casa por inspiração

Por outro lado, existem cada vez mais pessoas que se sentem cheias de inspiração, pessoas cujo impulso para a educação domiciliar vem de uma visão positiva do que querem alcançar. Para elas, o ensino doméstico não é uma forma de se libertarem de um pesadelo mas um sonho que querem tornar realidade. Para estes pais, o homeschooling e/ou o unschooling faz parte integral do seu projeto de vida.

São pais inspirados pelos direitos das crianças, pela liberdade na aprendizagem, pela educação democrática, pela parentalidade intuitiva, pela comunicação não violenta, pelo direito à felicidade, pela criação de um mundo melhor para as futuras gerações. São pais conscientes da interconectividade de tudo e todos, conscientes do efeito borboleta, conscientes de que o bater das asas de uma borboleta num extremo do globo pode desencadear um tufão no outro lado.


Do Desespero à Inspiração

Há quem diga que "a motivação por inspiração é a mais sublime, a mais vivificante e a mais prazerosa", que "viver a vida de forma inspirada é a maestria do desenvolvimento pessoal". Claro, as coisas não são estanques, e a motivação que nos impulsiona a fazer o que fazemos também muda com o passar do tempo. Há quem comece a praticar o ensino domiciliar por desespero mas que eventualmente passa a fazê-lo por inspiração. E vocês? Qual é o vosso caso?

Continua aqui.

Sem comentários: